Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Di(ar)io de um louco

Viagens aos tormentos, às depressões, aos vazios, e ao drama! Ao amor, e à morte!

Di(ar)io de um louco

Viagens aos tormentos, às depressões, aos vazios, e ao drama! Ao amor, e à morte!

Fardo pesado

- Socorro! Socorro! Anseio a morte como um eterno repouso ao sofrimento da minha carne! Escorrem-me pelo espirito lágrimas da ganância, da morte, da vida e da espada! Bela, não és digna de mim! Senhores, lançai-me à eterna fugueira! Arrepia-me alma, vejo a própria besta perante mim. Não! Não! Não! Ajoelha-se a mim. Pede-me favores, não quero ouvir mais! - Quero a tua vida. Cresce em mim a ânsia da tua carne, da tua alma. Vejo-te no meio dos meus... o sofrimento é tanto que me conduz à agonia... - Não... a minha vida não! Não sabes a minha história. Toda ela é agonizante. Em mim vive um monstro refugiado... não! Bela, olha esse ser tão mau a sorrir-te! - Quem?! Seu demente! Olha para mim! Eu, sou tudo, menos o anjo da morte... ah ah ah! - Aaaaaaaah, a agonia toma conta da minha vida! Socorram-me!