Viagens aos tormentos, às depressões, aos vazios, e ao drama! Ao amor, e à morte!

24
Nov 16

É uma turbulência! Dia após dia, sinto que não estou bem. Os meus sonhos, tornaram-se insónias que me arrastam pela noite! À noite, choro. A solidão, reveste a minha alma de negro, um fardo pesado. Afinal, acordei! Por vezes, um monstro assombra a minha mente. Torna-se frustrante. O próprio Diabo, susurra à minha alma! E, não tenho medo. Só choro. Às vezes, sinto-me uma pessoa amada, outras, sinto-me um viajante do tempo. Sem destino. O próprio chuveiro, canta às cordas do meu corpo. Só oiço água a correr. A Natureza, empobreceu, está triste. Todos os dias, falo às paredes do quarto, e aquela mulher, vestida de negro, sorri. Diz-me, que tudo vai acabar em breve. Hoje, estou aqui com um grito de revolta e sofrimento! Preciso de ajuda. Um mar de emoções, que não me deixa sonhar. Cada pesadelo, representa uma legião. A mesma, ,a mando do Diabo. As angústias, têm-se tornado mais fortes. Eu ágil, audaz, acordo. O Diabo chora, e eu, sorriu.

publicado por Ângelo Virtuosa às 21:50
 O que é? |  O que é? | partilhar | favorito

Novembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO