Viagens aos tormentos, às depressões, aos vazios, e ao drama! Ao amor, e à morte!

03
Dez 16

Porra! Odeio esta política! Em Portugal, nasces, cresces, estudas e vais-te formar. Ficas desempregado! Os teus pais, investem, para que tu tenhas uma bela carreira profissional. A área, é irrelevante. Ser político, actualmente, é a melhor profissão em Portugal! Ao patriótico Salazar, digo que foi odiado por amar tanto este país. Como chefe da pasta das finanças da República Portuguesa, foi um verdadeiro economista! É verdade, que vivemos uma enorme e pesada austeridade. Mas a República Portuguesa, estava de rastos. E quem não se lembra do Dr. Passos Coelho? Chefe da oposição. Só não se queixava quem vivia bem. Tirando o irónico Chefe de Estado, professor Aníbal Cavaco Silva. Ora, dez mil euros, é pouco! Claro que é, ate porque o ordenado estaria entre os 450/485€. Revolta-me! Adolescentes, terminam a escola. Alguns, com cursos profissionais de Nível IV, financiados pela própria UE e República Portuguesa (Ministério de Educação). Continuam sem trabalho. Claro que isto me revolta! Este, não é o Portugal, que desejo para as gerações das minhas gerações. Vivemos num país, onde o exilado politico, tem direito a regalias. Casa, dinheiro e trabalho. Tudo para Bruxelas ver! Depois, existe a outra parte que a Europa não sabe. Bem, a Europa é hipócrita! Os sem-abrigo, têm direito a umas sopas nos dias de festa, mas são má gente. Não quiseram trabalhar, estudar, meteram-se em drogas. Ah sim! O exilado é sempr óptimo, para dar despesa ao Estado, onde os nossos morrem, os outros vivem e os hipócritas, vão à rua gloriar-se! É Portugal. Vivo num pais rico. Rico em cultura, história, e bravura do povo! Mas, é muito pobre! Milhares de desempregados, porque não há dinheiro, e na Assembleia da República, homens e mulheres a receberem seis ou sete mil euros. Sabem o que acontece? Sorriem como hipócritas que são, e tentam ser os próximos a enganar os portugueses. Dezenas de administradores executivos e não executivos, tomam conta do nosso querido país! Despedem-se homens de poder, porque é "pecado" à ganância, declarar os seus rendimentos. Sem problema, metemos lá outro a receber quatrocentos e vinte mil euros, e este também sorri. Depois, temos o Chefe de Estado. Este senhor, já viajou mais do que o próprio Infante D.Henrique, na Era dos descobrimentos Sabem, já passei fome, já passei por inúmeros obstáculos da vida. Mas nunca, vou desistir do país e da pátria que tanto amo e levo no coração. Que pena tenho do meu amado país! Salvem o meu país. Rua ladrões!

publicado por Ângelo Virtuosa às 19:39
 O que é? |  O que é? | partilhar | favorito

Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
15
16
17

18
20
22
23
24

25
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO