Viagens aos tormentos, às depressões, aos vazios, e ao drama! Ao amor, e à morte!

06
Dez 17

Sabes o que dói? É saber, que se pode ser feliz, e a alma não quer. Teme! Está corrompida, os laços estão desfeitos. O Homem, é destruidor, desde o princípio das Eras. Mas ela, ah! Ela, era a beleza que Deus enviou por engano, ao paraíso que os homens clamam como Terra! "Insanidade"! Gritava-se em Veneza. Se Shakespeare cá estivesse. Ah, como eram belas e profundas as suas sinas e olhares! Amar-mos e odiarmos. É uma escolha. Uma escolha que rompe, e vai fugindo ao coração. Há muito, e muito tempo, no mundo das fadas... Ei! Bem-vindo ao Mundo real. A tua beleza, soa como as manhãs de Outono, e o nevoeiro espreita a terra. O teu olhar, esconde mais, do que o próprio Universo quer falar ao próprio Deus! Espera lá, Deus, sabe de tudo. O Mundo, terra de viajantes que amam, e odeiam amar. Quando me tocava, as suas mãos, eram os próprios anjos a levar-me para Ele. Uau! Que sonho. Se um é feliz, imagina dois coraçoes, apaixonados e preenchidos. Mas sabes, o passado foi mau comigo! Era como se a professora, me voltasse a dar com a régua, só porque comi uma bolacha na sala de aula. Tinha fome! Fome de amar, de ser feliz, de ter alguém. Escrevi isto tudo, e contínuo sem perceber o que realmente queria dizer.

publicado por Ângelo Virtuosa às 10:13
 O que é? |  O que é? | partilhar | favorito

Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO