Viagens aos tormentos, às depressões, aos vazios, e ao drama! Ao amor, e à morte!

03
Out 17

Ontem, como em tantas outras noites, pensei em ti... A noite estava bela, as estrelas brilhavam, e nós continuávamos "separados". Os astros mostraram-me o caminho da magia, da felicidade. Eu... eu só tento compreender o Mundo, a minha mente, e tu. Às vezes, dou por ti tão serena, tão alegre... pobres os que não te conhecem. Eu! Eu que dou por ti a chorar tantas vezes. Triste, sem vontade de viver. Vejo em ti um mar revoltado, um Universo incompreensível. Um dia destes, sonhei contigo. Contaste-me a dor da tua depressão! Revoltei-me, rasguei o orgulho que há em mim, e gritei! Gritei ao meu mundo, ao Universo, à Natureza. Refugiei-me neles e contei-lhes também a depressão que me tem abatido, que me tem tirado a vontade de sonhar. E acordei... acordei e beijei-te a face. O teu sono era tão profundo e tão triste. Vi em ti tantas mágoas que te têm levado às injúrias da vida, do destino, do amor! Enquanto te acariciava e mexia no cabelo, dei por mim em lágrimas. Também sou arrastado pelas injustiças da vida e pelo fardo que novamente carrego! Afinal, somos dois depressivos que se completam, e sorriem para não chorarem. A depressão prende-te para que não possas amar. Não sei se o pretendes, mas em ti, vi muita amargura. Tudo por descobrires o fascínio de quem te quer amar! Deixa a depressão que te arrasta, e sê feliz comigo! Eu sei, que à noite a depressão volta sempre. Não foi ainda só uma noite que te ouvi chorar em prantos, pela dor que te arrasta aos confins da escuridão e da infelicidade. O teu oceano, é uma caixa secreta que só tu e Deus entendem. Esquece tudo, foge comigo. Eu juro que voltei a acreditar no amor, na felicidade, na vontade de abraçar, e acima de tudo, de poder construir o meu destino contigo. Maldita depressão que me arrasta noite após noite e não me deixa decifrar o prazer e a algria que sinto quando estás comigo.

publicado por Ângelo Virtuosa às 17:34

Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO