Viagens aos tormentos, às depressões, aos vazios, e ao drama! Ao amor, e à morte!

01
Ago 16

Os ciganos chegaram a Portugal acerca de 500 anos a solo portuguê. Chegados à Europa na idade média, uma minoria étnica, que tem sido das mais perseguidas, vitimas de preconceito, onde são apontados com olhares xenófobos! Em pleno século XXI, são milhares os nómadas ainda espalhados por toda a Europa e no resto do Mundo.

Na última semana, alguém a quem dão o título de psicólogo, interveio na televisão, numa crónica criminal onde 20 bombeiros foram agredidos por gente de raça cigana. O que mais me repugnou foi ouvir:

" - Os ciganos não respeitam as normas nos países onde vivem, invadem as escolas, invadem os hospitais, não respeitam regra absolutamente nenhuma. Para viver em Portugal têm que respeitar as regras como eu."

Generalizou ainda: 

" - Os ciganos traficam droga. e não trabalham. O perigoso é nós não resolvermos o problema, porque estamos aqui com falinhas mansas a enfrentar as situações." Esta foi a resposta ao Luis Gocha, que advertiu que este seriu um discurso perigoso! O Luis, continua a dizer que existe gente má em todas as comunidades, e o mesmo "homem" que se chama Quintino, advertiu que, maioritariamente são ciganos.

Lembrou-se ainda do Ricardo Quaresma, mas esqueceu-se de outros tantos, um deles trabalha no Governo Português, e outro trabalha ainda no Deutsh Bank! Continua ainda a generalizar com as seguintes palavras:

" - Chegam à Segurança Social e pedem subsídios para todos,  e ainda quase que batem nas pessoas que não estão lá. Chegam  às escolas, querem  as escolas à maneira deles, chegam aos hospitais, invadem não respeitando quem está na frente nem as regras." O Luis continua com um discurso apelando à paz, e contraria este psicólogo com as palavras:

" - Eles nasceram cá, são portugueses como o senhor."

O Quintino novamente cita, que têm que respeitar as regras como todos e ainda diz:

" - Dê-me a lista  dos trabalhos deles, que eu fico descansado, que eu sei que não tem para me dar. Dê-me a lista da ordem do que respeitam para serem atendidos, e isso não tem para me dar. Têm que respeitar as escolas, como os filhos dos outros respeitam, têm que respeitar os hospitais como os outros portugueses, têm que respeitar a SS como todos os outros respeitam. Não podemos ter esta forma de falinhas mansas, aé porque lhe vou dizer uma coisa. Este excesso de protecção cai outravez no extremo da xenofobia. É tão xenófobo o não respeitar os que estejam aqui tranquilos, como é xenófobo percebermos que temos de deixar fazer tudo."

 Com este discurso, apelou indirectamente à maior carga de descriminação nos últimos anos à Comunidade Cigana! Acusa toda a Comunidade de serem altamente violentos onde agridem os trabalhadore da Ss para obterem os subsídios. Continua apelando à xenofobia, e profere que os ciganos querem tudo à maneira deles, incluindo a educação na escola. Cita também  que invadem hospitais e não respeitam ninguém. Acusa toda a etnia cigana, que são todos "portadores" do comércio de tráfico de droga.

Mas o Quintino, então com estas mesmas palavras afirma que:

- Nenhum cigano trabalha, nem tendem a fazer o mesmo;

- Generaliza, ainda, que nenhum cigano cumpre ou respeita as leis ou a República Portuguesa;

- Cita, ainda, que o Ministério, e todo o Governo são uns incompetentes, em relação à integração da etnia cigana;

- Que os ciganos, não respeitam ninguém, nem mesmo as autoridades portuguesas;

- Revela um discurso prometedor de um olhar xenófobo para toda a etnia cigana;

- Revela desconfiança sobre a mesma, pois afirma que todos traficam;

Há algo que deve saber oh Quintino! Nem todos recebem da Ss, e nem só os ciganos pedem ajuda ao Estado Português para tal. Visto que Portugal recentemente era um País instável com demasiada austeridade!

Os ciganos trabalham, levantam-se às 5 da manhã, tendo como maioritária profissão a venda ambulante, nas feiras um pouco por todo o País. Não sabe também que, existem imenso ciganos portugueses  a trabalhar na França e na Suiça? Não sabe que, imensos ciganos e outras comunidades passam fome e por vezes a ajuda do Estado é o que lhes vale? Não sabe que, aqueles a quem diz nunca os ver trabalhar, têm como profissão andar a vender nas praças, nas aldeias, cidades? E por vezes chegam a casa sem nada? Não sabe que, em pleno ano 2016, 85% dos jovens de etnia cigana estudam, e pretendem ter uma profissão como todos os outros? Não sabe  que as suas declarações, incendiaram as redes sociais? Nos últimos 5 anos, nunca tinha vista tal coisa, entristeceu-me, saber que, amigos e desconhecidos maltrataram os ciganos através de comentários imensamente xenófobos, onde apelavam à violência e à expulsão de toda a etnia de Portugal. Mas sabe que, essas  suas palavras, ajudaram ainda mais a complicar a integração do povo cigano na sociedade? Sabe também que, fazer um julgamento sumário de um povo é crime?

Alguém com a sua profissão, devia tomar em conta certas palavras! Pois sabe que já tem imensos processos  na Ordem dos Psicólogos Portugueses, e que esta semana imensas associações fizeram queixa à mesma, acerca do que disse? Como Cidadão Português e Cidadão Europeu, deve conhecer a Constituição e uns artigos da União Europeia, certo?

Artigo 46.º
Liberdade de associação

1. Os cidadãos têm o direito de, livremente e sem dependência de qualquer autorização, constituir associações, desde que estas não se destinem a promover a violência e os respectivos fins não sejam contrários à lei penal.

2. As associações prosseguem livremente os seus fins sem interferência das autoridades públicas e não podem ser dissolvidas pelo Estado ou suspensas as suas actividades senão nos casos previstos na lei e mediante decisão judicial.

3. Ninguém pode ser obrigado a fazer parte de uma associação nem coagido por qualquer meio a permanecer nela.

4. Não são consentidas associações armadas nem de tipo militar, militarizadas ou paramilitares, nem organizações racistas ou que perfilhem a ideologia fascista.

Agora, ficam também aqui, alguns Artigos da União Europeia acerca da mesma.

Artigo 10.º Afirma que “na definição e execução das suas políticas e acções, a União tem por objectivo combater a discriminação em razão do sexo, raça ou origem étnica, religião ou crença, deficiência, idade ou orientação sexual.”  Artigo 19.º Determina que, sem prejuízo das demais disposições dos Tratados e dentro dos limites das competências conferidas à União, o Conselho pode, obedecendo a certas regras, tomar medidas para combater a discriminação em razão do sexo, raça ou origem étnica, religião ou crença, deficiência, idade ou orientação sexual.

Chega de ódio, às minorias e restantes crenças do "Homem" em relação a todos os outros! Vamos desmontar barreiras para a adaptação de todo o ser! É de saber, que as minorias têm diferentes culturas, como as outras têm igualmente das demais! Com comentários destes mete em causa o Liberalismo!

O liberalismo, é fundado sobre os ideais que correspondem à liberdade individual e à igualdade. Mas por vezes um povo demasiado liberal deixa um País à sua mercê! Isto porque, se lançarmos uma criança ao mar, com uma só boia num dos braços, o destino ficará improvável, e por vezes poderá acabar num fim amargo. Sou a favor da Liberdade de expressão e tudo o que se assemelhe, mas como já citei, algo demasiado liberal é um risco, um caminho perigoso.

PS: Como pertencente a uma monoria étnica, peço também desculpas em nome do meu povo e de mim. Acerca das nossas acções que por vezes, também são más, perdão. E não esquecer que, derivado a tais comentários daquele psicólogo na Tv, houve uma "revolta" da nossa parte, e  também partimos com palavras demasiadas grosseiras incluindo-me a mim. Chega de ciganofobia. Sim, ciganofobia, igualmente! Somos como todos, e se nos derem oportunidades, podem crer que faremos igual ou talvez até melhor do que nos julgam.

Saudações povo português!

download.jpg

 

publicado por Ângelo Virtuosa às 14:55
 O que é? |  O que é? | partilhar | favorito

QUIMERA (https://www.youtube.com/watch?v=qPUShDF7Nho)
Pablo a 1 de Agosto de 2016 às 18:56

Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO